Prefeitura discute aquisição de produção da agricultura familiar para merenda escolar

Foi realizada reunião nesta quinta-feira (12), na sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed), no Mutondo, para deliberar sobre o chamamento público aos agricultores familiares de São Gonçalo, para o fornecimento da merenda escolar. Participaram representantes do Departamento de Alimentação Escolar (DAE), da Semed, juntamente com o Departamento de Agricultura, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, e membros participantes do Conselho Municipal de Agricultura, que engloba a Agenda 21 e Associação dos Assentados da Fazenda Engenho Novo. O objetivo da reunião foi ouvir os agricultores para saber o que eles precisam, qual a demanda que conseguem atender, período de tempo para entrega e quantas toneladas conseguem entregar dos produtos cultivados. De forma unânime chegou-se a conclusão que é fundamental começar todo o processo antes do início do ano letivo, para que no retorno das aulas todas as etapas estejam concluídas. E com a concordância de todos foi destacada a necessidade da finalização de todo o cronograma de trabalho ainda este ano, para que o lançamento do edital seja realizado o mais breve possível, e para começar as aulas com o cardápio das escolas preestabelecido para o ano letivo de 2020. "A relevância deste encontro está, sobretudo, na transparência na aquisição de gêneros alimentícios oriundos da agricultura familiar de São Gonçalo, para a merenda escolar do município. Tudo isso com todos os entes diretamente envolvidos no tema, participando da reunião e o mais importante, sendo ouvidos em prol de uma qualidade melhor de fornecimento da merenda que será servida nas escolas. Quero agradecer ao prefeito José Luiz Nanci pelo empenho em todo o trabalho, juntamente com o secretário de Educação de São Gonçalo, que não tem medido esforços para melhorar a qualidade da Educação em nosso município", disse Evanildo Barreto, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciências e Tecnologia, Agricultura, Pesca e Trabalho de São Gonçalo. "A agricultura familiar 2020 está tendo início ainda em 2019, para que no começo do próximo ano tudo já esteja a contento, onde os agricultores familiares já tenham sido ouvidos, com o cardápio que será servido nas escolas preestabelecidos. Queremos que todos os agricultores familiares de São Gonçalo estejam dentro deste trabalho, fornecendo suas produções a fim de atender a demanda da merenda escolar. Queremos que ao iniciar as aulas, todo esse processo já esteja realizado, para que o fornecimento da merenda escolar coincida com o calendário escolar", declarou Salvador Augusto, coordenador do DAE. A agricultura familiar é um tipo de agricultura desenvolvida em pequenas propriedades rurais. Recebe esse nome pois é realizada por grupos de famílias, pequenos agricultores e alguns empregados. A colheita dos produtos serve de alimentos para eles e, ainda, para o consumo de parte da população. É ainda uma atividade muito importante para o sustento de diversas famílias que vivem na zona rural, dados apontam que cerca de 70% dos alimentos consumidos no Brasil são fruto da agricultura familiar. Vale frisar que, nesse processo, técnicas de cultivo e extrativismo que englobam práticas tradicionais e conhecimento popular estão presentes. Além disso, as famílias vivem da venda de produtos que plantam. Portanto, a agricultura é uma importante fonte de renda familiar, a qual surge do trabalho em equipe realizado no campo. A agricultura familiar colabora para a geração de renda e emprego no campo e, ainda, melhora o nível de sustentabilidade das atividades no setor agrícola. Sendo assim, a qualidade dos produtos é superior aos outros convencionais.
São Gonçalo, 12/12/2019
Fonte: Semed
Autor: Roberto Carneiro
Foto: Lucas Alvarenga